La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / TUDO É ETERNO...

 Imprimir  Recomendar
  [C:543919]

De tempos em tempos
Algo me faz palpitar o coração...
Sinto um quê de dor não sei bem onde, ou quanto - Apenas um sentir, que se constitui num marejar d´olhos.

Sentindo muito torno a caminhos já percorridos, ornados por detalhes não esquecidos - Tudo como antes, inclusive àquele perfume manifesto no ar..., inebriando-me a razão - Distante assim eu,

De tempos em tempos, de braços dados com a saudade passeando nos entremeios da realidade, tocando lembranças, que foram presentes Sem se haverem tornado mimos.

Não obstante, tudo é eterno, só enquanto dura!

Por efêmero o tempo - Passado e presente, não são senão atos mágicos a orientar sonho e realidade Ritos e Mitos - O que a mim, nalguns momentos, me dá igual.

Entre tanto, primária sou, vez que muito ainda sinto e quase nada sei. Contudo, só por enquanto...!

Texto agregado el 29-06-2014, y leído por 66 visitantes. (0 votos)


Lectores Opinan
2014-06-29 16:48:34 Bella prosa poética.UN ABRAZO. GAFER
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]