La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / QUERIDOS ANJOS, (PROSA POÉTICA)

 Imprimir  Recomendar
  [C:427249]

Quando entraram em minha vida
Compreendi a razão de viver!

Clarearam os meus dias, como sol,
Fizeram germinar vida em cada canto.

Tal encanto fez outra vez brotar:
Esperanças e alegrias Floreando-me, o viver!

Passando minha vida fixar-se na primavera e no verão, e, em outono próspero dos sabores da felicidade desfrutar!


E se acaso me águam os olhos, por sofrer com frio da horrenda solidão,
Achegam-se cálidos e ternos junto a mim, espantando para longe meu sofrer;

Fazendo retornar a mim a esperança, volto então a sorrir.
Suportáveis tornam-se os dissabores, e, engrandecido se faz o meu crescer!

E assim vão se concretizando os meus dias,
E nessa realidade são vocês filhos, expressões vivas de meu existir, os meus Anjos!

Texto agregado el 20-10-2009, y leído por 102 visitantes. (1 voto)


Lectores Opinan
2009-10-20 23:33:37 A esto le hace falta corazón. Lock
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]