La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / TÁCITO

 Imprimir  Recomendar
  [C:367764]

Não deixei de te amar,
Não deixei de dizer-te, eu te amo!
Porém, silencia-se, em respeito, por ti, o meu amor.

Quando o teu silêncio te permitir voltar a escutar
Se um dia tu de mim lembrar, pergunta-lhe, do meu amor.
Lamento, se o silêncio nada sobre mim, te responder!

Entanto, atenta, ao sussurro dos ventos, dos rios e do mar.
Crê, é o cantar do meu amor, diante de ti, a se manifestar.
Perdoa-nos, pelo incômodo do teu encanto quebrar!

Não, não deixei de te amar,
Não deixei de dizer, eu te amo!
Meu amor segue, tácito, nas variadas expressões do verbo amar.

Texto agregado el 27-08-2008, y leído por 201 visitantes. (0 votos)


Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]