La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / DOSSIÊ - QUINTA PARTE.

 Imprimir  Recomendar
  [C:334727]

É na infância, nesta fase em que tu te encontras, que se desenvolvem surpreendentemente todas as sementinhas, presenteando aos seus semeadores inúmeros regalos.

E tu tens me presenteado, encantadoramente, muitos, muitos: risos, gritos; madrugas acordas, dias de intenso cansaço, alegrias, contentamentos, preocupações, enfermidades, máquinas cheias de roupas sujas, marcas de xixi no meu gostoso colchão, afagos, manchas de chocolate nas roupas, nas tuas e nas minhas, elogios, companhia, ricas experiências e esse amor incondicional -, me enche de um contentamento indizível vou até às lágrimas ao ouvir-te dizer a mim “Eu te encontrei minha garota, linda” “Eu te amo minha garotinha” junto a isso o teu sorriso maroto iluminando o teu lindo rosto.

Com freqüência, me pergunto qual de nós dois tem crescido mais, durante esse tempo. E logo me vem o orgulho, tendo em vistas a tua tão tenra idade. E o tamanho físico! Contudo, aprendes e apreendes com muita facilidade, tudo quanto a ti é ensinado.

Quando conto de ti aos meus companheiros de trabalho, amigos e à parentela surpresos com tuas peripécias boquiabertos me perguntam: “Ele está com quantos anos...?” Então, lhes respondo, muito satisfeita, está com quase três. Complementando para banir as dúvidas quanto a tua grandeza - em realidade, não é nenhum prodígio, não é nem melhor, nem pior que as crianças desta idade, mas, particularmente é divinamente Viva – Um Serelepe.

Além disso, ainda assim, um pingo de gente, se vê em ti uma Força interior. Enfrentas bravamente teus medos, indo do quarto à cozinha no mais puro escuro; agüentas firme as ausências, ante as tantas faltas, reclamas, naturalmente, no entanto, sem cobranças tão acirradas. Ao contrário da gente adulta, andas com o sorriso nos lábios. Sem grandes apelos prossegues tranqüilo na tua infância sem preconceitos, recheada de imaginação, criativo, como a esperar não pelo próprio crescimento, mas, pelo amadurecimento dos que se apresentam arrogantemente maduros.

Parabéns!

Minha grandiosa sementinha serelepe.

Pelos teus quase três aninhos de vida, que Deus derrame bênçãos, sobre ti, sempre e sempre!

E desta mãe que ti quer, muito, que se fixe no infinito o rogo para que este mesmo Deus trilhe contigo os caminhos por onde andares, em tuas alegrias, ao teu lado, e em teus momentos de agonias te aconchegue, carregando-te, nos braços, que são Divinamente Paternais.

Um beijo, meu meu anjo!

Mamãe.

Texto agregado el 31-01-2008, y leído por 101 visitantes. (1 voto)


Lectores Opinan
2008-02-07 19:31:43 mil beijos e meus melhores desejos para essa mamãe tão orgulhosa e com razão!!! , e para sua sementinha que a cada dia também me cativa. todas...******amei este texto! nocheluz
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]