La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / NÃO SOMOS MAIS QUE SEAREIROS.

 Imprimir  Recomendar
  [C:308838]

Quando uma semente nos cai por terra.

E reiteradamente buscamo-la, sem logramos nenhum êxito... Arrebata-nos todos os tipos de sentimentos. Amofinados somos levados a deixar aquela semente ali, deitada ao bel-prazer da circunstância.

Todavia somos impelidos a seguir no arado, não obstante, em rogos à Natureza a fim de que nos refaça o ânimo e que seja para com àquela semente, sumamente generosa. E de futuro que a semente que nos pareceu perdida se transforme em grande árvore, bela, e frondosa, e acolhedora, e que seus frutos sejam essencialmente magníficos.

Ao fim de toda nossa semeadura, possamos reconciliar-nos, com nós mesmos. Chorar não somente pelas sementes que deixamos, sem saber ao certo como e a onde, mas, também, pelo campo grademente semeado, atrás de nós, representação do nosso esforço e da crença do nosso melhor.

E agradecidos, então, entregar ao Senhor das terras, instrumentos e sementes, que nos foram confiados na grande empreitada. Devendo ainda enxugar as lágrimas e prestar-lhe conta das sementes que deixamos cair.

Reconhecendo que não somos mais que seareiros!

Texto agregado el 27-08-2007, y leído por 127 visitantes. (1 voto)


Lectores Opinan
2007-09-08 02:02:57 belíssima metáfora, híbrida, é muito reconfortante ler tuas letras., volto com minhas estrelas :-)****** nocheluz
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]