La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / VERSOS TRISTES.

 Imprimir  Recomendar
  [C:285250]

Ah, meu querido sabiá, se me, pudesses falar!
Daria a ti gaiola de ouro ao dizeres onde se encontra a fonte, a que, serve a ti de inspiração a tão lindos gorjeios que me sustam as lágrimas e acalma minha alma quando te ouço. Enches todos os meus espaços vazios com teu maravilhoso gorjear.

Caro Poeta,
Ainda que eu falasse não me compreenderias.
Que importaria, a mim, gaiola de ouro...?
Mas, escuta-me o cantar.

Nele perceberas que a fonte que me inspira são os teus versos.
Embora, sejam versos tristes, traduzem sentimentos que encantam.
Transmutando saudades em esperança fazendo aos que estão cativos
Ignorar a clausura e alçarem as asas da imaginação que lhes permite alto voar.

Meu Poeta triste!
Sem menosprezo ao teu presente ainda que seja tão rico aprisiona.
Por tua solidão que me dói o coração, sem que necessites me recompensar.
Gorjearei teus versos, para ti, pelo resto dos meus dias para os teus alegrar.
Pois tu és no cárcere de tuas memórias, prisioneiro, mais sujeito que eu.
E sei quase já não consegues, nem mesmo, sonhar para tuas poesias criar.

Texto agregado el 24-04-2007, y leído por 275 visitantes. (2 votos)


Lectores Opinan
2007-05-04 22:31:29 triste e otimista, como diz sereira, beleza pura.***** nocheluz
2007-04-25 23:17:36 Bello, me parece estar oyénodo su música. Triste, pero optimista. sereira
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]