La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / VOCÊ

 Imprimir  Recomendar
  [C:212873]

De repente chegou.
Sem pedir permissão se instalou.
Como uma brisa doce despertou
Luxuriosa sensação.
Provocando o tímido coração.

Sem embaraços a grande transformação:
Já não era doce, nem brisa,
Sequer tímido o coração;
Só, somente só, entregas.
E as loucuras de uma paixão.

Outra vez, de repente.
Você sem aviso se retirou.
Apagando àquela doce impressão.
Partiu com ímpetos de uma ventania,
Porém deixando mais atrevido o coração.

Neste momento Rindo-me à-toa
Sem mesmo eu saber o porquê.
No ar uma branda frescura trazendo
Recordações e nelas, muitas saudades, de você.

Novamente a agradável emoção excitando
O receoso coração, que um dia se atreveu.
Acostumando-se às eventualidades desse amor.
Ajustando-se às loucuras do prazer.

Texto agregado el 12-06-2006, y leído por 127 visitantes. (1 voto)


Lectores Opinan
2009-04-04 03:43:57 Assim é. Quando um amor chegar, melhor aproveitar! luzdeluna113
2006-06-12 16:35:09 ^^ ahora nostalgia, de un amor que se fué ^^ ludmila
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]